Armas para manter a paz?

Publicado por

um decreto que oficializa a barbárie.

Agentes de trânsito, conselheiros tutelares, caminhoneiros e políticos eleitos não vão precisar comprovar ‘efetiva necessidade’ para transportar armas fora de casa.

De volta ao começo. O decreto nos faz recuar no tempo, de volta aos espaços da mesopotãnea. barbárie.

Quando o Estado se vê incapaz de cuidar da segurança, cláusula constitucional, libera o uso de armas pra que cada um por si faça sua própria Lei. Espero estar enganado, mas depois de tantos anos, de aprendizados dolorosos e evolução a passos de cágado, damos um salto para trás.

Que venham as línguas de fogo. De volta a um passado, morto e amordaçado que ressurge em upgrade infernal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.