TEMPOS DE LIQUIDIFICADOR (cabeças cortadas)

Publicado por

30 de julho de 2019 – terça-feira.

Em cores de de Frida Khalo, as imagens vitalizam nas redes onde curiosos assistem ao espetáculo que em nada ficam a dever aos que faziam os homens de átila, rei dos Hunos na velha Mesopotãnea.

Um “homem” pisa uma cabeça cortada, em meio a tantas outras enfileiradas, ao to do dezesseis, outros mortos pela asfixia provocada pela fumaça que invadiu o espaço ondavam encarcerados.

As autoridades falam em medidas que ao longo dos anos são repetidas, sem nenhuma consequência eficaz. Mudam presos de presídios, constroem outros, mas a carnificina continua.

Na tv vejo uma pessoa de direitos humanos dizendo que educação ainda é o melhor investimento e que embora isto demore, não há nada melhor a fazer.

Em uma rede social vejo gente criticando direitos humanos. Dizem que em nada se preocupam com as viúvas e filhos dos mortos.

Com quem está verdade? Quando a guerra dos presídios brasileiros (terceira maior população carcerária do planeta) vai acabar?.

A ONU, que ratifica, às vezes, ataque das nações mais bem armadas, emite nota que em nada ajudam.

Vivemos tempos de liquidificador. Esquerda, direita, centro, nada muda. Discursos vazios, peças de marketing.

O crime é organizado, os governos….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.