“ONZE DE SETEMBRO DO PETRÓLEO”

Publicado por

17 de setembro de 2019 – terça.

Pouca gente está ligando para o ataque que aconteceu na Arábia Saudita. Ninguém sabe ao certo se foram iranianos ou terroristas rebeldes do Iêmen. Isto não é o mais importante. A refinaria atacada por um drone é responsável pelo processamento de setenta por cento do petróleo deste integrante da Opep. Muitos dirão que esta guerra é do outro lado do mundo e que temos que nos preocupar com os nossos problemas internas. Ocorre que num mundo cada vez mais globalizado, não há fatos isolados. O barril de petróleo no primeiro momento sofreu alta superior a 20%, não fosse a intervenção norte americana disponibilizando reservas, este percentual continuaria crescendo, mas são números que podem sofrer modificações.

O ouro negro ainda move a maioria das máquinas no mundo, o combustível fóssil ainda domina mercados globais. A Petrobrás diz que a princípio não haverá impactos no mercado interno, mas que pode nos afirmar que em breve não teremos aumentos?.

Pondo de lado o petróleo, as queimadas continuam pelo país. Doenças há muito tempo controlados estão voltando, verbas para pesquisa estão sendo reduzidas.

Uma verba não sofre redução; a dos investimentos em marketing, principalmente de Rede. A fogueira das vaidades continua acesa e não vai se apagar tão cedo. Os totens, antes esculpidos em pedras gigantes, hoje se multiplicam em sites alimentados por robôs, criados e alimentados por “máquinas humanas”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.